Origem do Museu do Buda

O Museu do Buda foi construído para resguardar a relíquia do dente de Buda,
simbolizando a eterna presença de Buddhadharma.

  O Museu do Buda foi construído em 2011 com o propósito de resguardar a relíquia de Buda. Sua construção durou 10 anos. Foi aberto oficialmente no dia 25 de dezembro de 2011.

  A palavra sânscrita "sarira" se refere às relíquias de flores de salva, que geralmente aparecem na forma cristalizada. A relíquia é tida como um sinal do cultivo espiritual da salva durante a vida.

  De acordo com a Biografia de Sakyamuni Buda, quando Buda alcançou a idade de 80 anos, ele anunciou o dia em que entraria em parinirvana. Temendo que os discípulos perdessem a orientação de seu mestre, Ananda perguntou a Buda o que eles deveriam fazer depois que ele entrasse em parinirvana. Depois de ponderar sobre a questão, Buda deu seu último ensinamento: "Depois que eu entrar em parinirvana e ter sido cremado, recolha a minha relíquia e construa uma estupa no cruzamento, então aqueles que a verem poderão desenvolver a fé."

  Originalmente, esta relíquia particular do dente de Buda foi escondida cuidadosamente na Índia por mais de mil anos. No século XIII, durante a invasão muçumana na Índia, a relíquia foi tirada secretamente da grande faculdade budista de Nalanda na Índia e levada para o Tibete. Foi resguardada no Monastério de Sakya Namgyal, que foi destruído em 1968 durante a Revolução Cultural. Kunga Dorje Rinpoche, um lama tibetano, obteve a relíquia e a levou de volta para a Índia, onde ele a guardou e protegeu secretamente por 30 anos. Com sua idade avançada, Kunga Dorje Rinpoche reconheceu o fato de que ele não seria capaz de construir um templo para resguardar a relíquia durante a sua vida. Quando o Venéravel Mestre Hsing Yun foi para a Índia para oficializar a Cerimônia de Ordenação Completa da Plataforma Tripla em fevereiro de 1998, Kunga Dorje Rinpoche confiou ao Mestre Hsing Yun a relíquia do dente de Buda junto com um certificado no qual outros doze Rinpoches autenticavam a relíquia. Dois meses mais tarde, a relíquia foi trazida para Taiwan.

  De acordo com o Mestre Hsing Yun, o Museu do Buda serve para informar ao público a grandeza de Buda pela qual a prática budista pode ser inspirada. Desta forma, o Museu do Buda foi construído não só para venerar ao Buda, mas, mais importantemente, com os interesses de seres sensíveis mantidos em mente.

Espírito e Filosofia do Museu do Buda

A. Origem do Museu do Buda



  • 1998 - O Venerável Mestre Hsing Yun viajou para a Índia para restabelecer a ordenação Bhiksuni e recebeu a relíquia do dente de Buda de Kunga Dorje Rinpoche
  • 2003 - Realizou a Cerimônia do Acordo de Fundação para a construção do Museu do Buda
  • 2011 - Abertura oficial do Museu do Buda


  • B. Filosofia atrás da construção do Museu do Buda


    O Venerável Mestre declarou: "O Museu do Buda é uma construção histórica que reside nas mentes de todos os seres. O Centro pertence a todos e a qualquer um que possa vir ao Centro. É também um local de cultura e educação. Todos os visitantes, indivíduais, famílias, escolas e organizações, são livres para colher e aprender aqui."

    origin5

    C. Desenvolvimento dos objetivos do Museu do Buda

        Diretrizes futuras:
        Apresentar o Museu do Buda através das artes e filmes em dimensões humanísticas e internacionais.


    D. Missões do Museu do Buda


        1. 48 palácios subterrâneos - como reservas da sabedoria humana e história
        2. Educação da vida - através da promoção das artes culturais e proteção do meio ambiente
        3. Troca cultural entre China e Taiwan - para o renascimento da cultura chinesa
        4. Artes budistas - preservando e recriando através de exibições e conferências acadêmicas
        5. Servindo ao público - com respeito e tolerância através do compartilhamento de recursos e com uma calorosa hospitalidade


    E. Principais valores do Museu do Buda

    origin4

        1. Três Atos de Bondade: Fazer Bons Feitos, Dizer Boas Palavras, Ter Boas Intenções
        2. Quatro Concessões: Conceder Confiança ao Outros, Conceder Alegria ao Outros, Conceder Esperança aos Outros, Conceder Conveniência aos Outros